Domingo, 20 de Junho de 2021 19:05
71992727997
Esportes ELOGIOU

Ramon rasga elogios aos jogadores e comemora classificação diante do Inter

"Fundamental foi o espírito, a atitude dentro de campo. Eu destaco o grupo de jogadores, de ter entendido a estratégia

11/06/2021 12h00
Por: Redação: V.M.R.E Fonte: Galaticoson
Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

Internacional e Vitória se enfrentaram na noite desta quinta-feira (10), no Beira-Rio, em partida válida pela terceira fase da Copa do Brasil. O Leão venceu pelo placar de 3 a 1, reverteu o resultado da ida e garantiu uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. 

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico do Vitória, Ramon Menezes, destacou a força da equipe para conquistar o resultado jogando no Beira-Rio. 

"Fundamental foi o espírito, a atitude dentro de campo. Eu destaco o grupo de jogadores, de ter entendido a estratégia. Eu poderia sair hoje daqui questionado, da maneira que entramos dentro de campo", disse Ramon.

Classificado para a próxima fase da Copa do Brasil, o Rubro-Negro não tem muito tempo para comemorar. O Vitória encara o Operário neste domingo (13), no Barradão. O técnico Ramon falou sobre a próxima partida pela Série B.

"Tudo aquilo que eu consegui como atleta foi muito importante dentro do clube, tenho uma gratidão muito grande. O futebol hoje você ganha você é o melhor. Vamos comemorar muito hoje, todo mundo está muito feliz. É muito difícil vir aqui no Beira-Rio e conquistar essa classificação. Amanhã já começamos a mentalizar a Série B, a nossa recuperação no campeonato. Eu já vou começar a pensar daqui a pouco no nosso adversário, que é o Operário", afirmou Ramon. 

Com uma formação diferente dos jogos na temporada, Ramon explicou a importância de ter iniciado a partida contando com três zagueiros. 

"Se pegar o retrospecto recente do Vitória, o único jogo que não sofreu gol foi contra o Vitória da Conquista. A minha ideia era não tomar gols. Se não tomamos o gol, uma hora ou outra, com a agressividade e a transição muito rápida que essa equipe tem, faríamos o gol", contou o técnico. 

"É lógico que quando a estratégia dá certo é maravilhoso. É por isso que falo dos atletas, que chegam no campo e fazem. Quando eu entrei com os três, os dois extremas não iriam acompanhar os dois laterais. Ficariam por dentro, já prontos para um contra-ataque", explicou. 

O novo comandante do Leão destacou também o trabalho feito por Rodrigo Chagas no início da temporada e reforçou a importância de treinar o Vitória, clube que tem identificação e história como jogador.

"Eu fiz questão de ligar para o Rodrigo. O que eu falei para ele foi que se não fosse eu seria outra pessoa. Quando Paulo me ligou, eu não poderia falar não para o Vitória. Espero que ele tenha entendido, e a gente espera por ele dentro do clube, porque eu acho que ele é uma pessoa que ajuda muito, e tem muito do dedo dele aqui", apontou. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias