Quarta, 22 de Setembro de 2021 07:56
71996807374
Camaçari BATEU O MARTELO

Prefeito Elinaldo sanciona lei que institui o Programa Invista em Camaçari

O programa visa sistematizar e modernizar o tratamento dos incentivos fiscais no âmbito municipal, de forma a tornar a legislação mais moderna e acessível aos interessados, contribuindo para uma ação bem estruturada e menos burocrática por parte da administração pública, no contexto de atração e manutenção de investimentos no município.

21/06/2021 21h14
Por: Redação: V.M.R.C Fonte: Ascom/PMC/Redação Virou Manchete
Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

O prefeito Elinaldo Araújo sancionou a lei número 1.672, de 21 de junho de 2021, que institui o Programa Municipal de Atração, Manutenção e Ampliação de Investimentos para o Desenvolvimento de Camaçari – Invista em Camaçari. O documento foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM) número 1.691 desta segunda-feira (21/6).

O programa visa sistematizar e modernizar o tratamento dos incentivos fiscais no âmbito municipal, de forma a tornar a legislação mais moderna e acessível aos interessados, contribuindo para uma ação bem estruturada e menos burocrática por parte da administração pública, no contexto de atração e manutenção de investimentos no município.

A lei ainda propõe medidas de benefício fiscal e econômico, tais como a isenção, total ou parcial, de tributos, entre eles: o imposto sobre propriedade Predial e Territorial Urbano (IPTU), Imposto sobre Serviço de qualquer Natureza (ISS) e o Imposto sobre a Transmissão Inter Vivos de Bens Imóveis (ITIV), bem como sobre as taxas incidentes sobre o processo de aprovação e instalação dos projetos econômicos. O projeto demonstra a atenção da Prefeitura em ampliar incentivos fiscais para acelerar o desenvolvimento econômico e social do município.

O Invista Camaçari é mais uma ação que demonstra a atenção da prefeitura em ampliar incentivos fiscais para acelerar o desenvolvimento econômico e social do município. Como condição para a concessão dos referidos incentivos fiscais e econômicos e de respeito à legislação ambiental e urbanista, de forma a garantir o desenvolvimento sustentável e em conformidade com os instrumentos de planejamento e ordenamento da cidade.  

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias