Segunda, 26 de Julho de 2021 20:50
71996807374
Geral Pará

Em Belém, obras no IEEP preservam a história do centenário centro de formação educacional

O projeto executado pelo Governo do Estado valoriza o prédio erguido há 150 anos em estilo neoclássico inglês e art nouveau francês

22/07/2021 18h55
Por: Redação: V.M.R.C Fonte: Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará
Foto: Reprodução/Secom Pará

Um dos mais tradicionais colégios da capital paraense, o Instituto de Educação Estadual do Pará (IEEP) está recebendo completa revitalização em seu prédio histórico. Construído há 150 anos em uma das esquinas mais conhecidas de Belém - a da rua Gama e Abreu com a avenida Serzedelo Corrêa - a preservação deste importante espaço de formação educacional, e de sua centenária história, é um dos compromissos do Governo do Pará.

No dia 10 de fevereiro deste ano, o governador Helder Barbalho e outros representantes do Executivo estadual assinaram a Ordem de Serviço (OS) para a imediata restauração do prédio. A obra já está sendo executada pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc), com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Entre os serviços realizados estão a melhoria da rede elétrica, restauração dos pisos de ladrilho e madeira, revisão geral do forro, revitalização e pintura da fachada e das áreas interiores, restauração de pinturas artísticas nas entradas de circulação, além de outras intervenções. O edifício também será contemplado com um moderno projeto de iluminação artística na fachada.

A secretária de Estado de Educação, Elieth de Fátima Braga, destacou que o IEEP vive na memória dos paraenses pela importância e por tudo que representa do ponto de vista histórico e educacional. “É muito gratificante que o Governo se dedique a restaurar o espaço e, também, fazer o resgate da história do Pará. O prédio será entregue nas melhores condições, recuperando traços de movimentos artísticos raros, e oferecendo educação em um prédio de qualidade”, afirma a titular da Seduc.

Expectativa 

Atualmente, o colégio atende mais de 600 alunos do ensino médio regular pela manhã, e durante os turnos da tarde e noite o ensino técnico-profissionalizante. De acordo com o diretor do IEEP, Luiz Cavalcante, resgatar esse importante e tradicional colégio da capital paraense reflete o empenho do Governo do Pará em preservar a história e garantir uma educação de qualidade à população.

“Os trabalhos no prédio se encontram em fase de finalização. Estamos muito contentes com o resultado, como está ficando, pois os espaços de convivência, as salas de aula e os traços históricos deste icônico edifício estão sendo restaurados. A história da instituição se confunde com a história do ensino paraense, visto que no passado o local foi referência para a formação dos professores e, atualmente, segue com a formação continuada dos profissionais da educação”, ressalta o diretor.

Ele também frisou a expectativa da comunidade escolar para retornar às atividades pedagógicas no espaço, e os cuidados redobrados com a preservação do espaço. Luiz Cavalcante destacou ainda o empenho, determinação e a sensibilidade do Governo do Estado, por meio da Seduc, em investir no resgate da memória de um importante espaço de aprendizagem.

No local também funciona, desde 2005, o Centro de Formação de Profissionais de Educação Básica do Estado do Pará (Cefor), vinculado à Secretaria Adjunta de Ensino (Saen). Segundo o coordenador, Augusto Paes, o IEEP é essencial não somente para a formação básica dos estudantes paraenses, mas pelo papel fundamental de potencializar a formação continuada dos profissionais da educação.

“Este edifício tem um legado enquanto casa de formação de professores, e nós lutamos para preservar isso. Ao longo desses 150 anos de existência, muitas pessoas tiveram sua trajetória marcada nessa instituição de ensino. Simultaneamente em que os trabalhos recuperam a estrutura arquitetônica deste imponente prédio, também trabalhamos na recuperação de outro patrimônio: a memória educacional do Pará”, enfatizou o educador.

Tradição

O Instituto de Educação Estadual do Pará foi fundado em 13 de abril de 1871, na gestão do governador Joaquim Portela, então presidente da Província do Grão-Pará. É a primeira Escola Normal do Estado, destinada à formação de professores, e a segunda unidade de ensino público mais antiga do Pará, atrás apenas da Escola Estadual Paes de Carvalho, fundada em 1841.

O IEEP é constituído por um prédio tombado pelo patrimônio histórico, em estilo neoclássico inglês e art nouveau francês; outro administrativo, funcionando na parte superior; um ginásio de esportes e um anexo. As obras contemplam o edifício mais antigo da unidade escolar.

Texto: Vinícius Leal/Ascom Seduc

Por Luana Laboissiere (SECOM)
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias