Sexta, 17 de Setembro de 2021 20:07
71996807374
Saúde SAÚDE

Fundação Fabamed promove ações de prevenção as hepatites virais nas unidades de saúde de Simões Filho e demais municípios

A Fundação Fabamed promove anualmente ações com a finalidade de conscientizar a população sobre os riscos da doença

22/07/2021 22h55
Por: Redação: V.M.R.C Fonte: Map. News
Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

A Organização Mundial de Saúde (OMS) designou, em 2010, o dia 28 de julho como o Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais. A Fundação Fabamed promove anualmente ações com a finalidade de conscientizar a população sobre os riscos da doença, alertar sobre as formas de prevenção e incentivar as pessoas a se vacinarem contra as hepatites A e B e a buscarem o diagnóstico precoce e o tratamento.

Neste mês de luta contra as hepatites virais, a Fundação Fabamed em parceria com as secretarias municipais de saúde promove ações de conscientização, testagem e vacinação nas unidades hospitalares, UPAs e UBSs administradas nos municípios de Salvador, Lauro de Freitas, Simões Filho, São Francisco do Conde, Barra, Itabuna, Senhor do Bonfim e Seabra.

De acordo com a diretora da Fundação Fabamed, Cláudia Carvalho, “a hepatite B tem uma relação muito próxima com o câncer de fígado. Apesar de termos a vacina disponível na rede pública, a cobertura vacinal deve ser ampliada”, explica a diretora, ao pontuar ainda a existência de testes rápidos para diagnóstico no Sistema Único de Saúde (SUS). “Temos exames de triagem para as hepatites B e C, cujo resultado sai em até 20 minutos”, afirma Cláudia Carvalho.

As hepatites

As hepatites virais são doenças provocadas por diversos agentes etiológicos conhecidos como vírus: A (HAV), B (HBV), C (HCV), D (HDV) e E (HEV) e são um grande problema de saúde pública, não só no Brasil, mas no mundo inteiro, destacando os tipos B e C. De acordo com os especialistas, esses dois tipos de vírus são os que mais preocupam as autoridades sanitárias, uma vez que podem evoluir e se tornarem crônicos, causando graves problemas no fígado, como cirrose e câncer. O tipo C, é o maior causador de óbitos por hepatites no país.

A transmissão das hepatites ocorre por via sanguínea, através de relações sexuais desprotegidas ou compartilhamento de seringas e objetos cortantes, e de mãe para filho, durante a gravidez. “Vale ressaltar que, para todos os tipos de hepatites virais, o Sistema Único de Saúde (SUS), oferece o diagnóstico, através dos testes rápidos e/ou sorologias e, caso seja necessário, disponibiliza o tratamento para a doença”, finaliza Cláudia Carvalho.
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias