Segunda, 23 de Maio de 2022 09:04
71996807374
Esportes COPA DO BRASIL

Bahia garante vaga na próxima fase depois de vencer o Azuriz nos pênaltis; veja os melhores momentos do jogo.

O Tricolor venceu o time da casa por 4 a 3 e garantindo uma premiação de R$ 3 milhões da CBF.

10/05/2022 23h58
Por: Redação: V.M.R.C Fonte: Redação: Virou Manchete
Imagem: futebolinterior
Imagem: futebolinterior

Foi com mais sofrimento do que era esperado pela torcida, mas o Bahia conseguiu avançar às oitavas de final da Copa do Brasil. Após empate em 0 a 0 no duelo de ida, o Tricolor saiu atrás no marcador em Pato Branco (PR), mas conseguiu a igualdade em 1 a 1 e levou a decisão da vaga para os pênaltis, vencendo por 4 a 3 e garantindo uma premiação de R$ 3 milhões da CBF.

                                 

Veja os melhores momentos do jogo.

O Esquadrão volta a campo agora pela Série B, domingo, 15, contra o Vasco, em São Januário. Apenas após sorteio, ainda sem data marcada, o Tricolor conhecerá seu próximo adversário na Copa do Brasil.

                                            

O jogo

Os primeiros 45 minutos da partida foram só não foram mais catastróficos para o Bahia porque o time conseguiu ir para o segundo tempo perdendo por apenas um gol de diferença. Não houve um aspecto sequer para se analisar o jogo em que o Tricolor tivesse uma atuação pelo menos satisfatória.

Tecnicamente, a equipe não conseguia executar nada. Os erros sucessivos eram fonte também de um comportamento tático que não conseguia furar o bloqueio da boa defesa do Azuriz, nem combater as investidas do adversário. A equipe ainda não conseguiu rivalizar na vontade e foco.

O saldo de tantos problemas foram as muitas chances criadas pelo Azuriz. Aos 6 minutos, Berguinho quase marcou em cabeçada livre após escanteio. Aos 10, não houve perdão: num chutaço de fora da área, Wenderson abriu o placar. A trave ainda salvou o Bahia aos 28, em falta cobrada por Wellisson. O Tricolor só chegou em dois lances de Davó, que perdeu um gol feito aos 30.

Não que o Esquadrão tenha mudado da água para o vinho no 2º tempo, mas todas as desvantagens da etapa inicial foram superadas. Com entrada de Marcelo Ryan no lugar do apagado Jacaré, e se arriscando mais em triangulações e tabelas pelos lados do campo, o Bahia rondou a área do Azuriz consistentemente, chutando de fora da área quando tinha chance e chegando no ataque com sempre três ou quatro jogadores, sobretudo após a entrada de Djalma no lugar de Davó, passando a fazer uma ‘dobradinha’ produtiva com Luiz Henrique.

E foi justamente numa boa jogada de Djalma pela esquerda que saiu o gol. O lateral deu uma caneta no marcador e foi à linha de fundo, cruzando com força. O goleiro falhou feio ao tentar socar, e quando a bola já ia entrando, Ryan tratou de garantir, de cabeça, que ela fosse para o fundo das redes.

O Tricolor ainda criou boas chances de virar a partida, com dois chutes de Djalma, e em uma outra investida de Marco Antônio, após tabela com Daniel, mas o duelo terminou mesmo em empate, e foi para a disputa de pênaltis. Nas cobranças, o Bahia marcou em todas as oportunidades, menos com Marco Antônio, na quarta batida. Já o Azuriz desperdiçou seu primeiro chute, na trave, mesmo destino que teve a bola do lance decisivo, na quinta tentativa.

                                            

FICHA TÉCNICA:

Azuriz 1 (3) x (4) 1 Bahia - Jogo de volta da 3ª fase da Copa do Brasil

Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)

Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires (ambos de GO)

Cartões amarelos: Rezende, Daniel e Luiz Otávio (Bahia); Léo Índio (Azuriz)

Gols: Wenderson (Azuriz); Marcelo Ryan (Bahia)

Azuriz - Caio; Igor Bosel, Salazar, Vinícius Garapuava e Jamerson; Natan (Léo), Wenderson (Vieira) e Berguinho (Léo Índio); Wellisson (Rone), JP (Edson) e Robinho. Técnico: Fabiano Daitx.

Bahia - Danilo Fernandes; Douglas Borel (Jonathan), Ignácio, Luiz Otávio (Gabriel Xavier) e Luiz Henrique; Patrick, Rezende (Lucas Falcão) e Daniel; Marco Antônio, Vitor Jacaré (Marcelo Ryan) e Matheus Davó (Djalma Silva). Técnico: Guto Ferreira.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias