Sábado, 20 de Julho de 2024 10:00
71996807374
Esportes BAIANÃO 2024

De virada, Vitória vence de goleada o Barcelona e marca presença na final do Baianão

Rubro Negro ampliou invencibilidade dentro de casa para 21 jogos e encara o Bahia na final

17/03/2024 19h00 Atualizada há 4 meses
Por: Redação: V.M.R.C Fonte: Redação: Virou Manchete
Imagem: (Foto: Victor Ferreira - ECV)
Imagem: (Foto: Victor Ferreira - ECV)

Não foi como se imaginava, mas o Vitória garantiu a sua vaga para a final do Baianão depois de seis anos longe da decisão do estadual. O Rubro Negro venceu o Barcelona de Ilhéus por 4 a 1 de virada na tarde deste domingo (17), no Barradão. O time do interior até saiu na frente após ter um bom primeiro tempo e fazer o Vitória sofrer na saída de bola. Na volta para o segundo tempo, porém, não resistiu a um retorno arrasador do Leão, que marcou três gols em um intervalo de doze minutos.

                                               

Enquanto Jadson Sergipano marcou para o Barcelona, Matheus Gonçalves, Camutanga, Osvaldo e Alerrandro foram os responsáveis pelo gol do Vitória. Os dois últimos, inclusive, chegaram a cinco gols marcados no campeonato e se isolaram como artilheiros. Na decisão, com jogo de ida marcado para 31 de março no mesmo Barradão, o Vitória vai encarar o Bahia, que derrotou o Jequié na outra semifinal. Esse é o primeiro BAVI em final do Baianão desde 2018, quando o Vitória foi campeão.

                                                           

Além de marcar o retorno para a final, o jogo contra o Barcelona ampliou a invencibilidade dentro do Barradão para 21 jogos. O último revés sofrido pelo Leão foi contra o Criciúma, pela 12ª rodada da Série B de 2023. Na ocasião, o time catarinense ganhou por 1x0. O Rubro Negro perdeu apenas dois duelos em casa durante toda a segunda divisão de 2023.

Antes dos confronto contra o Bahia pela final do estadual, o Vitória tem compromissos pela Copa do Nordeste. Nesta quarta-feira (20), às 21h30, o Rubro Negro encara o próprio Bahia na Fonte Nova. No sábado (23), vai ao Castelão para encarar o Fortaleza às 20h30 no torneio regional. Depois disso, fecha a fase de grupos contra o Treze, no Barradão, no dia 27 de março.

                                                                   

O jogo

Apesar de vir à campo com três zagueiros em sua formação inicial, o Barcelona começou o jogo com uma postura ofensiva, adiantando blocos e pressionando a saída de bola do Vitória. A Onça conseguiu incomodar Leão nos primeiros minutos de jogo, mas não gerou chances claras a partir das roubadas de bola. Foi do Vitória, inclusive, a primeira chance real de gol. Aos 6 minutos, Matheusinho lançou a bola na área em cobrança de falta e Wagner Leonardo raspou de cabeça, obrigando o goleiro Thiago Passos fazer boa defesa.

O comportamento do Barcelona fez com que o jogo ficasse aberto e as duas equipes jogassem com espaço no ataque. Erros de passe, no entanto, fizeram com que o jogo se arrastasse nos minutos iniciais sem oportunidades de gol. Aos 18 minutos, após troca de passes no lado esquerdo do ataque do Leão, Iury Castilho recebeu livre dentro da área. Na hora do chute, porém, o atacante foi travado. Aos 24 minutos, de fora da área, foi a vez de Matheusinho tentar chute, mas Thiago Passos fez a defesa com facilidade. Aos 26, o árbitro Diego Pombo apitou a pausa para hidratação por conta do forte calor em Salvador.

Na volta, a partida seguiu morna, sem grandes chances. Aos 32 minutos, no entanto, Reginaldo fez cruzamento perfeito em cobrança de escanteio e Jadson Sergipano subiu para cabecear firme e abrir o placar para a Onça, sem dar chances para Lucas Arcanjo. Com a vantagem, o Barcelona reduziu a pressão na saída de bola e o Vitória passou a ter mais posse no setor de ataque. Porém, o Leão só conseguiu assustar aos 39 minutos, quando Camutanga soltou uma pancada em cobrança de falta e a bola passou raspando a trave direita de Thiago Passos.

A partir daí, o jogo seguiu sem novas ameaças de gol até o fim da primeira etapa. Na saída de campo, o centroavante Alerrandro, do Vitória, lamentou o resultado parcial e disse que a equipe repetiu o mesmo erro da primeira etapa do jogo de ida em Ilhéus. "Eu acho que o primeiro tempo a gente começou igual lá, um pouco moroso e desligado, o que não pode em uma semifinal. A gente um gol de uma jogada que a gente não tem costuma de tomar, que é de bola parada. Agora, é descansar o pouco de tempo que a gente tem ali e voltar para o segundo tempo melhor para fazer o gol e virar esse jogo", projetou o atacante.

Na volta para a etapa final, no entanto, o Leão não conseguiu voltar melhor de imediato e seguiu esbarrando em erros de passes na hora de criar oportunidades para o empate. O time de Salvador precisou contar com uma boa jogada individual de Osvaldo na ponta direita para assustar Thiago Passos pela primeira vez. O camisa 11 cruzou na área e Iury Castilho tentou de bicicleta, mas errou na pontaria e a bola passou a esquerda do gol do time de Ilhéus.

Já aos 10 minutos, Rodrigo Andrade driblou e foi derrubado na área. O árbitro Diego Pombo apontou o pênalti, que foi confirmado. Os jogadores do Barcelona reclamaram no lance, mas o VAR nem precisou ser acionado para confirmar a falta. A missão de converter o pênalti em gol ficou no pé de Osvaldo, que bateu forte no canto esquerdo para empatar o jogo aos 14 minutos e se isolar na artilharia do Campeonato Baiano de 2024 com cinco gols marcados. O atacante se isolou também como artilheiro do Vitória na temporada com seis gols, contando mais um tento anotado pela Copa do Nordeste.

Depois do empate, a torcida do Leão transformou o Barradão em um verdadeiro caldeirão e empurrou o time para cima do Barcelona. Já aos 17, Camutanga aproveitou cruzamento na área para tocar de cabeça na saída de Thiago Passos e colocar o Vitória na frente do placar. Daí em diante, o time de Ilhéus pareceu ter sentido a virada e só deu Vitória. Nos 21 minutos do segundo tempo, Matheus Gonçalves, que entrou no lugar de Iury Castilho machucado, recebeu sozinho na cara do gol, mas chutou para fora.

A artilharia isolada do Baianão para Osvaldo não durou muito tempo. Isso porque, aos 26 minutos, PK recebeu passe de Rodrigo Andrade e cruzou para Alerrandro cabecear. Thiago Passos até conseguiu defender a finalização, mas o centroavante do Vitória pegou o rebote de perna esquerda para ampliar o placar e chegar a cinco gols na competição estadual. Depois o Vitória seguiu chances, mas desperdiçou oportunidades de gol. Só aos 44 minutos Matheus Gonçalves tabelou com PK e chutou forte de esquerda para fechar o placar no Barradão.

FICHA TÉCNICA

Vitória 4x1 Barcelona de Ilhéus - semifinal do Campeonato Baiano 2024 (jogo de volta)

Vitória: Lucas Arcanjo, Zeca, Camutanga, Wagner Leonardo, Patric Calmon, Willian Oliveira, Rodrigo Andrade (Caio Vinicius), Matheusinho (Luan), Iury Castilho (Matheus Gonçalves), Osvaldo (Zé Hugo) e Alerrandro (Caio Dantas). Técnico: Léo Condé.

Barcelona: Thiago Passos, Hugo Moura, Weslley, Jaques, Jadson Sergipano (Zé Felipe), Reginaldo, Bruno Ritter, Ramires, Caio (Ninho Xavier), Natan (João Henrique), Cesinha (Thoni Brandão). Técnico: Betinho

Local: estádio Barradão, em Salvador.

Gols: Jadson Sergipano, aos 32 minutos do primeiro tempo; Osvaldo, aos 14 do segundo tempo; Camutanga, aos 17 do segundo tempo; Alerrandro aos 26 minutos do segundo tempo; Matheus Gonçalves aos 44 do segundo tempo;

Público: 23.287

Renda: 566.865,00

Arbitragem: Diego Pombo Lopez, auxiliado por Luanderson Lima dos Santos e Daniella Coutinho Pinto.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias